Entrevista com Chey Mastrullo - Recém casada


 Bonjour mon amour!



 Como vão noivinhas, noivinhos e afins?

 Primeiramente peço desculpas pela minha ausência, mas Lala está de volta.. Bom, por esta semana sei que estou, não vou prometer nada rs

 Hoje temos uma super entrevista com uma recém casada, Chey Mastrullo (minha tia). Para aquelas que ainda estão começando, e ainda tem muitas dúvidas, podem ter certeza que irá ajudar muito! (Porque me ajudou também), separamos perguntas que sabemos que muitas vezes podem nos deixar loucas e não sabemos mais como sair do lugar, o que não é bom para noivinha nenhuma!
  Então, agradeço a noivinha Chey por ter disponibilizado seu tempo para nossas perguntinhas, e vamos conhecer um pouquinho do casamento de Chey e Luciano Mastrullo!

Casamento


 A entrevista foi separada em alguns tópicos para melhor entendimento de todos, fotos estarão disponíveis ao fim da entrevista.

 Início

  1. Qual foi seu primeiro passo após a decisão de casar?
    Bom, deixa eu pensar. Procurar o local para casar!
     
  2. Como foi iniciar os preparativos? Usou algum tipo de esquema/planilha?
    Usei. Usei uma planilha de casamento mesmo que eu achei na internet, dei uma pequena modificada nele e lá fui colocando tudo que eu tinha de fazer, os preços, a sequência.
     baixe sua planilha aqui
  3. Quais foram as fontes de pesquisa que você utilizou para o seu casamento?
    A maioria foi o Google, ne. Feira do casamento, não me lembro onde foi. Inclusive foi essa feira que abriu um leque de coisas para mim, na verdade, a primeira coisa que fiz foi ir a feira do casamento, tanto que foi lá que peguei o contato do local onde casei, o Monte Castelo.
     
  4. Seu noivo te ajudou? Buscou se aconselhar com mais alguém?
    Ajudou muito, ele mete o bico em tudo! (risadas)
    Ele queria saber até as cores que escolhi e tudo, ele esteve bem comprometido, tudo que fizemos foi com aprovação minha e dele.
     
  5. Como foi o relacionamento com o noivo durante todo este processo? Houve conflitos?
    Ah vários! Chorei, briguei, esperneei , e no fim eu ganhei ! (risadas).
    Por exemplo, na negociação, valores, esse tipo de coisa. No Monte Castelo mesmo, nós fomos lá 5 ou 6 vezes para negociar. Chegou uma hora que até pensei em desistir, por que não abaixavam os valores, eu já não queria ir mais, e o Lu (noivo) falava "vamos!", ele gosta de negociar, eu já não gosto, eu choro. Mas acho que é mais isso mesmo.


    Economia
     
  6. Você usou algum esquema para economizar?
    Nós paramos de sair, eu parei de comprar sapatos, e já tem muito tempo que eu não compro mais (risadas), parei de comprar "coisinhas" que eu adorava comprar e também tínhamos algumas economias já
     
  7. Com relação aos fornecedores, como você pesquisou? Como decidiu qual fornecedor contratar primeiro?
    Fazendo pesquisa de mercado, orçamentos e algumas dicas de sites de noivas que já casaram.
     
  8. Quem fez as negociações? Conseguiu manter a calma durante elas?
    Não! A maioria das coisas participávamos juntos, mas a questão da calma ele se mantinha, eu não, ele por conta do trabalho é mais frio para as negociações, eu já sou chorona, choro, não quero mais. E mais uma coisa atenção, os fornecedores mechem muito com o emocional da gente, ainda mais porque você está em um momento frágil, então eles aproveitam e atacam o emocional. Insistem muito, falam falam falam, e não abaixam o preço, isso deixa a gente tristinho.
     
  9. Qual conselho você daria as noivinhas que estão começando a pesquisar sobre os fornecedores agora?
    Tem que pesquisar muito mesmo, procurar bastante e com antecedência, não deixar para a última hora. Eu decidi casar 6 meses antes, então tudo começou nesse tempo, acho que com quanto mais antecedência melhor.

     Noivado
     
  10. Qual foi a sensação de anunciar o noivado para a família, e como foi?
    Foi engraçado! A não sei, mas foi engraçado ué! (risadas). Foi na praia, eu estava com a família dele, ano novo, estourando os fogos, ai ele falou "Vamos casar", e eu falei "Bora casar!" e a gente casou! A mãe dele chorou, eu chorei, irmão dele chorou. Para a minha mãe foi assim, cheguei e falei "Mãe, eu noivei", e ela respondeu "Ah cê vai casar então?!?!" e ficou super feliz.
     
  11. Houve festa?
    Não, para nós foi uma forma de economizar. Tanto que, não ganhei presente de aniversário, não ganhei bolo, não ganhei nada de dia dos namorados. Depois do noivado, para economizar não compramos presentes em mais nenhuma data comemorativa.


     Vestido
                   
  12. Foi difícil achar o vestido perfeito?
    Ah... Não sei se ele era tão perfeito (risadas). Mas foi um pouco difícil, é aquela coisa, vestido você experimenta um monte e acha lindo, mas tem que ser um lindo que caiba no seu bolso. Então eu pesquisei bastante, eu fui lá na rua das noivas, em Mogi das Cruzes, na Mooca,  e em Jacareí, que fui por indicação, e realmente era bem mais barato, é como se fossem vestidos de segunda mão, saem de grifes aqui de SP, e depois de um tempo de uso essa empresa compra, não é de segunda mão, mas são vestidos que já foram usados.
     
  13. Como você soube que aquele era o Seu vestido?
    Na verdade, eu já estava pesquisando na internet e tinha gostado daquele modelo, então foi por isso, só pedi para fazerem uma pequena alteração na gola.
     
  14. Você tinha algum modelo em mente? Ou você estava disposta a experimentar todos os modelos?
    Eu tinha na minha cabeça que queria um vestido com decote americano, mas estava disposta a experimentar de tudo, experimentei todos os tipos. Mas na minha cabeça eu sabia que não queria tomara que caia e foi isso.

     
    Decoração
     
  15. Sobre  a decoração, você sempre teve um sonho, ou se deixou levar pelas pesquisas que fez?
    Eu na verdade nunca tinha parado para pensar em decoração, foi no decorrer das pesquisas eu só sabia da cor, eu queria amarelo, mas não sabia a cor para complementar, mas apareceu o pink. Foi acontecendo, nunca parei para pensar nisso mesmo.
     
  16. Os seus fornecedores chegaram a sugerir alguma tonalidade para a decoração? Isso te influenciou de alguma forma?
    Sim, tanto que o pink foi influência da decoradora do próprio Monte Castelo,  na verdade lá a decoração é certa, só se escolhe algumas coisinhas como cores, talheres, etc.
     
  17. O DIY esteve presente em seu casamento?
    Sim, muito. Fiz meu buquê, porta guardanapo, o menu, as lembranças dos padrinhos, dos convidados também, o enfeite do meu cabelo, as lágrimas de alegria, cesta das floristas, acho que só.
     
  18. O que você decidiu contratar, e o que decidiu fazer você mesma?
    Eu estava pensando em fazer, mas não consegui e acabei contratando foi o bem casado,  mas eu que embrulhei eles e o buquê para jogar. Das coisas mais simples que realmente davam para gente fazer acho que foi só, o resto vinha no pacote.
     
  19. O DIY ajudou no seu casamento?
    Ajudou, ajudou muito, ajudou a economizar, a participar bastante do casamento, a se envolver, que de uma certa forma ajuda a reunir a família para ajudar, é muito mais gostoso.
     
  20. Falando de detalhes, tiveram aqueles em que se apegou mais?
                       O buquê e os noivinhos, eu queria que fossem mais parecidos com a gente.

                             

 Encerramento (perguntinhas extras)
 
  1. Em um geral, quais dicas você daria para as noivinhas iniciantes?
    Pesquisar! Pesquisar muito, chorar bastante, fazer bastante coisa, preparar as coisas bem antes da data.
     
  2. Agora que aquele dia inesquecível se concretizou, como você descreveria o seu casamento?
    Foi muito especial. Eu conheci o Monte Castelo, em um casamento de uma amiga, eu era bem novinha, e eu desde então eu até falei para minha mãe, que eu queria casar ali. E aconteceu né, foi a realização de um sonho, não só casar porque eu sempre quis, mas o lugar em si, que foi uma escolha de muitos anos atrás. Deu tudo certo, tirando a minha unha que quebrou bem no dia!
     
  3. Agora, pensando em tudo que foi feito. Você se arrependeu de algo? De ter feito ou não alguma coisa?
    Sim, me arrependi de ter feito a unha na mocinha! (risadas). Queria eu mesma ter feito que eu ganhava mais! Paguei $100 e não deu nem  para chegar no altar com a unha inteira. Eu incluiria mais coisas, mas mudar, só a unha mesmo.

 Assim como o prometido, seguem algumas fotinhas!



Não consegui uma foto que mostrasse bem, mas o enfeite do cabelo da noiva, foi ela mesma quem fez e é a única foto que eu apareci! rs


Festa de casamento
Só para dar uma invejinha! Olha onde foi o jantar dos noivos! EU QUERO MANHEE!
decoração de mesa de casamento
Decoração da mesa de bolo pink & amarelo



Noivos
Que vestido maravilhoso! E que sonho de lugar gente!!!

Quero ser uma noiva linda assim também!
Essa foi a única foto que consegui do buquê feito pela própria noiva, todo trabalhado nos broches  *-*


Castelo
Pequeno detalhe, violinistas? TEVE SIM! Vestidos para arrasar? TEVE SIM!

Lembrançinha dos padrinhos e madrinhas. (Minha mamãe linda de madrinha)

Lembrancinha de casamento
caixinha da lembrançinha por dentro (fotinha improvisada)
Lembrança de casamento
Lembrancinhas! Para quem não sabe, esse tipo de lembrança, é uma tradição italiana. Bom, o noivo é italiano, e a noiva descendente, nada mais justo que honrar as raízes, certo? São garrafinhas com amêndoas, fala se não é lindo?
Vale LEMBRAR, que estas também foram feitas pela noiva.


Moto
NOIVINHOOSSS!









É UUUUM, É DOOOOIS, É TRÊEEEEES EEEEEE

ENFIM CASADOS!

Hey galerinha, espero que tenham gostado! Dúvidas, opiniões, pedidos de Bis, sugestões, mande seu comentário, estamos aqui para isso! Espero que tenham gostado!



Beijos de Luz 




Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Voltar
ao topo